Checklist: itens que você não pode esquecer ao criar um delivery

Cada dia mais o delivery têm ganhado espaço e conquistado novos mercados. A explicação é muito simples: as pessoas estão com muitas atividades para realizar em pouco tempo, optando por receber vários tipos de produtos em casa. Para se ter uma ideia, até os supermercados já trabalham com venda online e delivery.

No mercado de restaurantes, o delivery é ainda mais importante. Afinal, quem não gosta de receber uma refeição bem gostosa no trabalho ou em casa? Portanto, se você sonha em inaugurar seu próprio delivery, ou pretende ampliar o faturamento do seu negócio, aproveite essa boa oportunidade para crescer.

É importante planejar cada passo para criar um delivery de sucesso. Pensando nisso, criamos um checklist para você seguir e criar um delivery lucrativo. Nenhum desses itens deve passar despercebido! 

1. Pesquisa de demanda

O primeiro passo para qualquer negócio é realizar pesquisa de mercado e entender qual é a demanda. Se você possui um restaurante, provavelmente já passou por essa experiência.

O principal intuito é entender se há mercado para o seu produto, para qual público consumidor ele é direcionado e entender melhor sobre a região que pretende distribuir as suas refeições. Além disso, é interessante avaliar se a sua estrutura comporta o número de entregas previstas ou será necessário ampliar o seu espaço e equipe de funcionários.

2. Estudo de concorrência

Após conhecer melhor o mercado consumidor para criar um delivery, fique atento à concorrência. Se existe concorrência direta, ou seja, empresas do mesmo ramo atuando com delivery na sua região, como a sua marca irá se diferenciar e ganhar destaque?

O diferencial pode estar no produto, no preço, na comunicação utilizada por você ou nas formas de venda e distribuição desse produto.

Qualquer que seja a sua escolha, o estudo da concorrência deve vir logo no início do seu checklist.

3. Organização e adaptação da cozinha

Para criar um delivery, não é necessário exatamente ampliar sua estrutura física, porém é interessante pensar no aumento da produção de pratos e refeições. Dessa forma, organize a sua cozinha e prepare-se para receber um maior número de encomendas, que pode ser calculado a partir da sua identificação de demanda no primeiro item.

4. Preparação da equipe

Não menos importante que uma estrutura adequada, uma boa gestão de equipe é essencial, mesmo que essa equipe seja muito reduzida, com você e um funcionário, por exemplo.

Se o delivery será seu primeiro negócio, ótimo! Prepare-os para o atendimento via telefone ou chat e garanta que o chef, ou cozinheiro,  coordene bem o tempo de preparo dos pratos.

Caso você opte por criar um delivery em seu restaurante, adeque sua equipe para esse diferente tipo de serviço. E tenha certeza que a equipe é suficiente para garantir um bom atendimento presencial e de entrega também!

5. Escolha das embalagens certas

A embalagem pode ser um grande diferencial no seu restaurante delivery e um ponto a favor em sua comunicação.

Uma embalagem bem pensada pode causar grande impacto e encantar seus clientes. Mais do que isso, a embalagem é o que garante que o produto chegue como saiu da cozinha: com a temperatura ideal, aroma, sabor e aparência conforme esperado. Portanto, cada produto terá características diferentes e as embalagens devem respeitar isso. Pesquise lojas e fornecedores que melhor se adequem às suas necessidades e orçamento.

6. Contratação de entregadores

É comum que os motoboys sejam terceirizados e isso merece atenção, pois eles serão a ponte do seu produto até o consumidor. Nesse caso, pesquise empresas que possam lhe oferecer esse serviço com excelência e tenha os entregadores como parte da equipe.

Se optar por realizar a contratação direta, atente-se às questões legais e prepare o seu time juntamente com os entregadores. É essencial que eles sejam de confiança para você.

Outro ponto relevante, é ter sempre uma opção de motoboy para substituição no caso de uma emergência para que, nesses casos, o delivery continue funcionando normalmente.

7. Sistema de cadastro

Ninguém gosta de repetir nome, telefone e endereço tantas vezes. Independente do canal escolhido em seu delivery, considere ter um sistema de cadastros para armazenagem e gestão de clientes.

Isso facilita o atendimento e te ajuda a conhecer melhor o cliente e suas preferências, além de tornar mais dinâmica a experiência que o cliente tem ao fazer um pedido.

Plataformas como o iFood oferecem essa facilidade e ainda te auxiliam na hora de fazer um balanço geral dos pedidos por meio das ferramentas de inteligência do negócio, disponíveis aos restaurantes parceiros.

8. Divulgação e canais de venda

Em seu planejamento, antes de criar um delivery, é fundamental constar quais serão as estratégias de divulgação e canais de venda a serem utilizados, pois quem não é visto não é lembrado! E nem sempre um restaurante delivery possui uma estrutura para autopromoção.

Invista nas redes sociais e outras formas de divulgação offline, como panfletos no bairro e promoções. O próprio canal de venda também pode ser uma forma de promover e divulgar o seu serviço. Existem opções de sites e aplicativos que reúnem diversos restaurantes em uma única plataforma para realizar o pedido como, por exemplo, o iFood. Nele, o cliente filtra as opções por tipo de refeição, cardápio ou formas de pagamento.

Mesmo que o pedido não seja realizado em um primeiro momento, a marca será vista juntamente com avaliações e comentários, o que é mais uma estratégia de promoção na hora de criar um delivery.

Outras plataformas locais, comunidades ou grupos servem como forma de divulgar restaurantes e exaltar aqueles que se destacam por seu atendimento e serviço. Esteja sempre atento a esses canais.

9. Atendimento e flexibilidade do pedido

São muitas as opções na hora de fazer um pedido em casa, portanto, quanto mais customizável para o seu cliente, melhor! Mas o que isso quer dizer?

Você pode oferecer vantagens no atendimento, permitir uma personalização do cardápio ou garantir benefícios na hora do pagamento. Outras ideias que já podem ser incluídas em seu checklist são ações de fidelização de clientes. Pense em como a tecnologia pode ser sua aliada nesse momento para ter clientes satisfeitos sempre voltando a pedir em seu restaurante.

Dedicação e empenho ao criar um delivery são essenciais

Todos estes itens são parte de um checklist ideal ao criar um delivery, mas o ponto principal é quanto empenho você coloca em seu negócio. Muita força de vontade e dedicação são mais que bem-vindos na hora de fazer o delivery dar certo.

De forma simples e sem precisar gastar muito, o delivery pode te surpreender ao apresentar um retorno significativo para seu negócio, principalmente se ele for bem estruturado e contar com as ferramentas certas.

Se você quer conhecer mais sobre o universo do delivery, confira nossos outros posts. Ficou com alguma dúvida? Deixe o seu comentário.