Afinal, oferecer entrega grátis no iFood traz lucro ou prejuízo?

Você já deve ter visto a sessão de entregas grátis no iFood, certo? Bom, esse é um grande atrativo aos usuários de delivery que, na maioria das vezes, priorizam praticidade e economia em sua decisão de compra.

Porém, muitos donos de restaurante se perguntam se é possível utilizar esse recurso sem ter prejuízo. Afinal, é possível ter um lucro significativo arcando com a entrega? Essas são questões importantes e que vamos solucionar agora!

Entrega grátis no iFood: é preciso ser estratégico!

Qualquer ação que vise aumentar as suas vendas precisa de uma estratégia bem estruturada. Por isso, é fundamental que antes de oferecer entrega grátis no iFood, você estude a melhor forma de fazer isso.

Conheça e adeque sua margem de lucro

Conheça seu cardápio, tenha a margem de lucro sobre cada produto bem definida e avalie se alguns pratos devem permanecer ou sair do menu de entregas. Além disso, é possível incluir o valor de entrega em alguns produtos com margem pequena.

O importante é saber exatamente quanto você vai ganhar e se pode ter prejuízo com algum produto oferecido para não correr esse risco antes mesmo de começar a oferecer entrega grátis no iFood.

Ganhe em volume

Como falamos, a entrega grátis no iFood é um grande atrativo aos clientes. Muitos deles vão diretamente para essa aba e escolhem entre as opções que não cobram taxa de entrega, sem consultar as demais opções em que a taxa é cobrada.

Alcance mais clientes com entrega grátis no iFood

Ao adotar essa prática, seu restaurante ganha ainda mais visibilidade dentro da plataforma e passa a ser conhecido por novos clientes, que podem ser fidelizados, mesmo se você optar por não oferecer mais o serviço depois de um tempo.

Com essa vitrine da entrega grátis no iFood, os pedidos aumentam e você ganha no volume de vendas, que tende a crescer bastante no período em que você oferece essa facilidade para os clientes.

Lucro x Prejuízo

Para entender se a entrega grátis no iFood é para você, siga os passos sugeridos quanto à estratégia, defina um menu de entregas adequando os valores e garanta que a cozinha e a equipe estarão preparadas para dar conta da demanda, a qual certamente aumentará.

Outra dica lucrativa é definir um valor mínimo para o pedido, evitando arcar com a entrega de pedidos com valores muito baixos. Porém, seja coerente ao fazer isso. Por exemplo, se você trabalha com pastéis que tem valor médio de R$10, não vai funcionar se o valor mínimo for R$50. O ideal seria fixar algo em torno de R$15 a R$30.

Fazendo isso, você só tem a ganhar com a entrega grátis no iFood, uma vez que conquista novos clientes e aumenta as vendas. É muito difícil ter prejuízo nesse caso, mas pode acontecer se você oferecer produtos muito baratos sem embutir o valor de entrega ou, pelo menos parte dele, nos itens do cardápio.

Faça um teste e comece a sentir o retorno que a entrega grátis no iFood oferece ao seu restaurante. Caso não esteja satisfeito com o resultado, é possível reverter a opção para entrega paga, fazendo a solicitação via portal do parceiro.

Se você ficou com alguma dúvida, deixe seu comentário e conheça nossos outros blog posts para saber mais sobre gestão de restaurantes e deliveries com iFood. Boas vendas!