Por que ter um CNPJ para meu restaurante é importante?

Abrir um restaurante e garantir uma fonte de renda com a venda de alimentos tem se tornado cada vez mais comum e simples. O que muitos empreendedores não sabem é que são muitas as facilidades oferecidas para formalizar o seu negócio, e por isso, acabam atuando de forma informal.

Se você ama cozinhar, pensa em montar seu próprio negócio e talvez até já o tenha, em algum momento já deve ter se perguntado: “qual a importância do CNPJ para meu restaurante?”.

Obter um CNPJ beneficia tanto os espaços abertos ao público, quanto os que atuam somente com sistema de entregas. Se você ainda não sabe quais são as vantagens de ter um CNPJ para o seu restaurante, fique atento, pois nesse conteúdo trouxemos tudo o que você precisa saber sobre a formalização.

Para que serve o CNPJ?

Assim como toda pessoa precisa de um Cadastro de Pessoa Física (CPF), todo negócio que visa lucro deve ter um Cadastro Nacional das Pessoas Jurídicas, o CPNJ.

Com o cadastro, o negócio passa a responder em termos judiciais, financeiros e administrativos como empresa, saindo da informalidade e garantindo vários benefícios.

Por que devo considerar o CNPJ para meu restaurante?

Os restaurantes e demais estabelecimentos que trabalham com preparo e venda de alimentos devem seguir as normas de Segurança dos Alimentos,  o que inclui a obtenção de registros e alvarás específicos.

Sem O CNPJ, o funcionamento do restaurante fica comprometido, pois sem o cadastro, não é possível dar entrada na documentação exigida para este segmento.

Quais documentos essenciais o CNPJ me permite solicitar?

Para abrir qualquer estabelecimento comercial, é preciso solicitar autorização da prefeitura. Cada município segue sua própria política neste processo, mas o CNPJ é um dos requisitos da solicitação do alvará em qualquer cidade.

Quanto a segurança dos alimentos, toda e qualquer solicitação que envolva registros e alvarás para funcionamento do espaço, seja ele aberto ao público ou mesmo um delivery, deve ser feita pela pessoa jurídica, assim como o Cadastro Municipal de Vigilância em Saúde (CMVS).

Outro registro importante é o Auto de Vistoria do Corpo de Bombeiros, que definirá se o espaço está adequado a realizar suas operações e iniciar o funcionamento de acordo com as normas e medidas contra incêndio.

Garantia dos seus direitos e benefícios

Uma vez configurado como pessoa jurídica, seu negócio precisa contribuir com impostos de acordo com a categoria na qual ele se encontra, o que garante alguns benefícios.

Se seu faturamento anual não ultrapassar R$81.000, ou R$6.750 por mês, é possível que você se enquadre na categoria de Micro Empreendedor Individual (MEI).

Neste caso, a taxa de contribuição mensal não ultrapassa R$60 e não há custos na etapa de abertura, apenas o da mensalidade. Esta taxa de arrecadação é fixa e você não paga mais impostos por Nota Fiscal emitida.

No MEI, o empreendedor tem direito ao auxílio-doença, auxilio-maternidade e auxilio-aposentadoria, ou seja, mesmo que você precise se ausentar do trabalho por algum destes motivos, você não deixa de receber auxilio financeiro, como aconteceria na informalidade.

Segurança e credibilidade

Além de garantir a obtenção de seus direitos básicos como contribuinte, com o CNPJ, o seu negócio tem mais credibilidade com os clientes e consumidores de forma geral.

Mas, por quê? Bem, basta fazer um comparativo, se você precisa contratar um serviço e encontra opções no mercado com valores similares, sendo um deles oferecido por uma empresa informal, como um camelô, e o outro por uma empresa regularizada, como uma loja de departamento conhecida, qual dos dois você escolhe?

Mesmo o negócio em questão sendo o seu restaurante e não uma loja comum, as facilidades que uma empresa séria oferece,  deixa os clientes mais seguros e confortáveis em consumir seus produtos.

Afinal, se você não tem um CNPJ, é sabido que não tem registro no município ou os alvarás exigidos, o que pode ser um fator decisivo para seu público.

Melhores preços e condições na compra de insumos

Outra vantagem de quem se regulariza, é ter maior margem de negociação com fornecedores. Hoje, muitas empresas não fornecem produtos de revenda para pessoas físicas.

Além disso, com o CNPJ do seu restaurante, fica mais fácil encontrar os melhores valores em atacadistas ou grandes lojas onde o pagamento pode ser parcelado ou negociado.

Este ganho no processo de compra dos insumos pode refletir na construção de valor do produto final. Uma melhoria que beneficia você e seus clientes.

Vantagens com crédito para investimentos

Mesmo que esta não seja uma necessidade imediata, poder contar com empréstimos em situações de emergência ou até para fazer investimentos, é uma facilidade que tem ainda mais vantagens para empresas regularizadas.

Nestes casos, as taxas para pessoas jurídicas podem ser menores e o número de parcelas poderá ser maior do que em créditos comuns.

Segurança jurídica para o seu negócio

Também é um fator a se considerar, que uma empresa possui personalidade jurídica, isso quer dizer que o negócio regularizado com CNPJ passa a ter certa autonomia para procurar amparo judicial caso seja lesado.

Em casos mais brandos, a pessoa jurídica tem proteção patrimonial. Por exemplo,  se por ventura a empresa venha a ter alguma pendência, os bens da pessoa física responsável pelo negócio não são afetados nos trâmites legais (com ressalva para questões trabalhistas).

Por mais que estas situações não sejam esperadas, saber que teremos um amparo maior é uma tranquilidade para as empresas com CNPJ.

Como consigo o CNPJ para meu restaurante?

Você pode buscar informações sobre este processo junto a  instituições como o SEBRAE ou procurando um contador de sua confiança. Este auxílio é importante para saber em qual regime tributário (categoria de impostos) o seu negócio se enquadra.

Abrir uma MEI é a melhor forma de obter um CNPJ para meu restaurante?

Ser um Micro Empreendedor Individual pode ser a melhor opção para formalizar o seu negócio. Como já dito, isso vai depender da sua renda, que não pode ultrapassar o teto anual estabelecido, e se você pretende contratar mais pessoas, já que neste regime tributário é permitido ter apenas 1 funcionário.

Caso você se adeque a estes requisitos, é possível contar com o amparo de um contador, já que por lei, esse profissional deve auxiliar o empreendedor de forma gratuita no processo de abertura de MEI.

É possível abrir uma MEI para meu restaurante pela internet?

O governo disponibiliza uma plataforma digital em que é possível fazer a abertura do CNPJ online. Para isso, basta acessar o portal do empreendedor na aba “formalize-se”.

Fazendo o cadastro online, você pode procurar a prefeitura da sua cidade apenas na hora de solicitar o alvará de funcionamento do restaurante, o que agiliza ainda mais a abertura da empresa.

E não se esqueça, antes de iniciar a abertura, é importante informar-se e pesquisar o local onde deseja abrir seu negócio para ter certeza de que é permitido operar com esta atividade comercial no endereço onde o imóvel se localiza.

Próximo passo: Colocar a mão na massa

Viu como é importante ter um CNPJ? Ele garante muitos benefícios e possibilita maior liberdade e autonomia para buscar o melhor para o seu negócio.

Agora que você já sabe quão simples pode ser o processo de abertura é só começar a investir na formalização do restaurante. Ter um negócio formal e regularizado trará muitos benefícios e conquistará a confiança dos seus clientes. Quer saber mais sobre a gestão de restaurantes? Continue acompanhando nosso blog!